Investigação Amorosa

Trabalho de um detetive particular, casos de traição

Como é o trabalho de um detetive em casos de traição.

O trabalho de um detetive é desempenhado de diversas formas. Como se sabe, nós falamos bastante sobre as investigações conjugais, porque em geral, é o gênero de investigação mais requisitado pelos detetives de nossa equipe.

Assim como médicos, advogados, os detetives particulares mantêm o profissionalismo acima de tudo.  Por esse motivo, não há porque ter receios, vergonha ou hesitações, uma vez que o trabalho é feito em total sigilo.

É preciso saber também que o trabalho de investigação conjugal é totalmente sério e profissional; podendo, inclusive, utilizar as provas oriundas da investigação como evidências em processos na esfera judicial.

Etapas da investigação conjugal.

investigação conjugal é um trabalho complexo, que não deve ser feito do dia para a noite. É preciso de tempo e paciência, já que o trabalho deve ser bem feito, caso queira resultados eficientes. Para um trabalho eficiente e qualificado, algumas etapas são importantes para que as respostas comecem a aparecer.

Primeiro contato com o detetive

Nesta etapa, o parceiro que se sente traído explicar todas as informações pertinentes ao detetive particular. Motivações para o eventual término, razões para a desconfiança são algumas das primeiras informações necessárias para dar início à investigação.

Logo após, fica a par dos motivos para a desconfiança, o detetive particular iniciará o processo de coletas de informações. É vital que nesta etapa o máximo de informações e conteúdo seja entregue ao detetive particular.

Lembre-se que o detetive conjugal se trata de um aliado, de um profissional. Por isso, não se deve ter receios, já que quanto mais informações ele ter, mais chances das respostas aparecerem.

Essas são algumas informações que vão ajudar o detetive ao longo de toda a investigação conjugal:

  • Fotos;
  • Vídeos;
  • Amigos;
  • Trabalho;
  • Hábitos;
  • Locais que costuma frequentar.

Com informações como essas, o detetive dá inicio ao processo de investigação.

Como é feita a investigação conjugal?

À medida que a investigação se desenrola, o detetive utiliza todos os recursos próprios necessários para que a investigação seja sigilosa e com resultados satisfatórios.

A investigação conjugal é conduzida de uma forma que o detetive conjugal apenas colete provas, sem produzi-las. Isto é, todo o processo de apuração é feito de forma natural e espontânea, sem forçar situações.

A naturalidade com que as provas aparecem é imprescindível para que os resultados obtidos sobre o investigado tenham valor.

O tempo de investigação varia de acordo com a situação e com o detetive conjugal. Em média, porém, o tempo de investigação é de duas semanas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *