Investigação Amorosa,  Relatos

CASO DE INFIDELIDADE CONJUGAL RELATADO

Caso de infidelidade
Caso de infidelidade conjugal relatado

Caso de infidelidade conjugal, relatado por Levi:

Aos 40 Anos de idade, casado e pai de 3 filhos, nascido em São Paulo – SP, residente em imóvel próprio, vivi uma experiência que certamente ficara na lembrança. E servira como base sólida, em meu curriculum de trabalho, e muita experiência, onde deixo aqui. O relato de umas de muitas funções de investigação, pela quais participei, e situações que, somente a quem ama a profissão pode entender.

Algumas situações.

Situações estas, que frequentemente,  no dia dia da profissão, estamos sujeito a passar, mas a quem o faz com serenidade, respeito e dedicação. Certamente terá êxito e confiança, pois o melhor de hoje, será certamente o futuro de amanhã.
Enfim, pelo excelentíssimo trabalho prestado, pude ter o privilégio e a honra, de ser contratado por terceiros, com confiança respeito e determinação.
A aproximadamente a uns 12 Anos atrás, quando ainda nos meus 28 Anos, fui procurado por uma cliente, por nome de Adriana, a mesma aflita e desesperada, veio por indicação da Doutora.
Maria Aparecida da Silva, procurava o serviço de detetive Levi Mazelli Ramos, que por grande sorte após, finalizar um serviço, onde tive êxito em cumpri-lo. Acabei sendo, indicado pela mesma a fazer o trabalho de investigação conjugal.
Que na maioria dos casos entre 1 a 100% dos desconfiados 99%,9 tem a certeza de suas conclusões.
Ou seja, infelizmente na maioria dos casos, envolvendo casais, apenas 1% dos 100 esteja vivendo uma situação de engano e equívocos, sobre o relatos de traição e de não conformismo entre os dois em casos de amor e afetos.
Adriana relatava-me, as inúmeras tentativas de diálogo na possível entendimento, para compreender o que estava dando errado na relação deles, e o que poderia fazer para reatar novamente, o amor quando do inicio, e não deixar que o seu casamento, venha de uma vez afundar o barco, e tudo vir por água a baixo.   
Mas que não teve ela a sorte de reconquista-lo novamente, e o seu silêncio tornava-se ainda mais um pesadelo, e uma inquietação de que algo estaria dando errado, e com certeza ela estaria sendo passada para traz, seu futuro estaria sendo banalizado por consequências de que seu parceiro, não estaria dando a mínima de sua importância.

Da Adriana

Adriana; casada com João Paulo, residente e natural de SP; ambos nascidos e criados na Capital; quando ainda jovens, trabalhavam em uma empresa de telecomunicações; ela, devido o seu grau de escolaridade, fazia parte de um dos setores privados daquela empresa, que por sua vez; fazia recrutamentos de novos profissionais, capacitados e apto para fazer parte do quadro de funcionários da empresa.
Foi ai que; em uma destas seleções de funcionários, ela conheceu o João; após ser aprovado em todos os testes da empresa; ele passou a fazer parte do quadro de funcionário, na qual abriu espaço, nos longos anos de empresa onde se conheceram, e vieram a se casar contraindo o matrimonio, e após o mesmo, também veio os filhos que hoje totalizam, 3 filhos, sendo 2 mulher e 1 homem.

Das causas e motivos

Mas devido os anos de trabalho na mesma empresa, João subiu de cargo, onde passou a fazer parte da gerência daquela empresa. Devido a sua carga horaria; exceder o tempo da jornada de trabalho; foi se acumulando inúmeras horas na empresa, no que causou pouco tempo para estar com a sua família.
Adriana por sua vez, foi demitida pela empresa; que em razão também; da crise que assolava o país, teve alguns cortes; e infelizmente o nome dela estava na lista.
Pelos seus 22 Anos de Empresa, ela conseguiu ter feito boas amizades, e então sua amiga de setor; por nome de Silvana; passou a assumir o seu lugar.
Não havendo mas ligação dela com a empresa, passou a viver como dona de casa; cuidando de seus filhos; e de seu Marido João.
Como eles moravam em residência própria, João o que não era de costumes; passou de um tempo pra cá; a chegar em casa altas horas da madrugada; no que gerou extrema preocupação e constrangimentos; pois ele nunca havia mudado em termos de companheirismo; amizade; e amor; referente a eles casal; como marido e mulher.

Das reclamações

Ela relatou que, ele não a procurava mais; e quando conversava com ela, só falava o necessário; a frieza que ate então iniciou com ela, passou a transmitir aos filhos também; dando pouca atenção e muito pouco dialogo também.
Foi então que ela; desconfiada procurou a ajuda da Doutora Maria Aparecida da Silva; que por sua vez, conhecendo o trabalho de Detetive Levi Mazelli Ramos; se dirigiu a ele; para saber de que forma agiria, para tentar esclarecer o que estava acontecendo.
Em seu escritório, ela veio a esclarecer toda a historia; e informando as suspeitas de que estaria sendo traída; causa esta que ela não sabia dizer como; e nem quando isto acontecia; pois o mesmo passou a viver usufruindo dos recursos da tecnologia do mundo atual; redes sociais conhecidas como:

Whatsapp e Facebook

Relatou que ele passou a fazer uso diário; e constantes do Whatsapp; ficando horas online; e quase não respondia as sua ligações, dando sempre desculpas de trabalhos; e que as vezes estava agendando reuniões com clientes; e por esse motivo não poderia atender aos seus chamados.
Foi então que ela se decidiu em procurar por ajuda; pois já prevendo o futuro e amparo da lei, no que diz respeito aos seus direitos no Civil; se adiantou em contratar o serviço de um Detetive Particular.
Então eu, detetive profissional; então dei inicio as investigações; fazendo uso de todo meu conhecimento profissional; levantando informações precisas e diretas do investigado:
Bem como, seus horários de saída, carro em que trabalha, cor e placas; caminhos da casa ate o serviço, fotos de identificação do investigado; e entre outros detalhes que; só um profissional pode descrever.

No inicio dos trabalhos

No dia seguinte demos inicio aos trabalhos; que começaram por volta das 7:00 da manha; acompanhados de um belo equipamento de espionagem, bem como:
Câmera Filmadora de longo alcance; com zoom de ate 120X mais potentes e de alta definição; de longo alcance; fiz o acompanhamento do investigado; de sua casa ate seu trabalho; notando que em alguns trechos do percurso, que o mesmo fazia, por algumas vezes, ele quase bateu seu veiculo; por estar dirigindo o mesmo e atendendo o seu celular.
Ao chegar na empresa que ele trabalhava; notei que uma quadra após o seu serviço, havia um Motel por nome de Doce Pecado.
E ao lado direito da empresa, uma grande Lanchonete e Barzinho, por nome de Só Alegria. Campanado por 8 horas na porta de sua empresa fui abordado por uma viatura policial; que os mesmos se identificaram como comando de área; e que receberam informações de que;: havia um veiculo estacionado por horas; causa estas que levantou muita preocupações pelos vizinhos; após a abordagem me identifiquei, como sendo um profissional Detetive Particular; e que estaria realizando um trabalho de investigação; por esta causa deveria permanecer no local, ate levantar as informações por parte do contratante.

Dos Policiais

Os policiais ficaram muito nervosos; a todo o custo queriam que eu me afastasse do local, dizendo que eu não poderia permanecer ali em razão dos riscos que poderia causar a vizinhança; também a mim próprio.
Como temos conhecimentos de lei; e sabemos nossos limites; após colocar alguns pontos que a lei nos permite, e o artigo 154 do código penal; da qual fala sobre o sigilo profissional; também outro artigo existente sobre o direito de ir e vir; desde que estejamos devidamente documentados; e não devendo nada a justiça; poderíamos sim estar e fazer aquilo que nos diz respeito; em termos de trabalho da minha vida profissional, e que deveria concluir com êxito, ao trabalho que me foi confiado na profissão que exerço.
Fui então obrigado a me deslocar para o distrito ali próximo; onde logo que me identificando ao Delegado de plantão, fui então liberado por não ter nada que pudessem prejudicar-me; colocou a disposição o apoio da equipe local ao meu favor, afim de fazer minha segurança no local.

Dos acontecimentos posteriores

Por volta das 20:00 retornei a empresa do investigado; e tive a sorte de pega-lo saindo para ir embora; notei que ele não estava sozinho, que parecia haver uma pessoa do sexo Masculino no banco do passageiro.
Quando retornávamos, notei que ele não fazia o caminho de volta para sua casa; que o seu carro fazia as vezes um ziguezague. Após uns 35 minutos de corrida pela cidade; então ele entrou dentro de um estacionamento de uma rede de supermercados; no sub solo do estacionamento trocaram de carro; fato este que me levou a acreditar que na verdade, alguma coisa de errado estava acontecendo.
Como Detetive Particular, e experiente nessas ações; dei seguimento a uma pequena distancia; evitando assim que o mesmo pudesse desconfiar de minha aproximação.

Segui a uma avenida muito movimentada, e no trajeto em que seguíamos ele logo ligou a seta de seu veiculo, informando que haveria de entrar para a direita, mas o que me chamou atenção nesse momento, é que logo a frente, havia um Motel por nome de Tentação. Foi quando então, demos um flagrante inesperado de forma contraria daquilo que nos imaginávamos. Pois não havia no carro mulheres, e somente os dois amigos.

A vida de um profissional na área da investigação

A vida de um profissional nessa área nos surpreende a cada dia que observamos os fatos; e nem sempre podemos afirmar que é ou não é, pois cada dia vivido aprendemos a conviver com problemas que nem sempre gostaríamos de ver.
Com as filmagens e fotos tiradas do local que comprovou o ato de traição, me dirigi ao contratante para finalizar e esclarecendo suas duvidas; me coloquei adiante para então provar as causas de sua frieza; do seu silêncio; ainda assim o que mais me surpreendeu foi o motivo pela qual tudo isso veio acontecer.

Motivo dos fatos e da traição

A contratante me explicou que a uns 2 Anos antes de tudo isso acontecer, ela teve uma empregada domestica por nome não identificado, e ao longo desses 2 anos, ela quis viver uma experiência inexplicável no modo intimo de sua vida, mantendo por inúmeras vezes relações amorosas e sexuais com a sua doméstica.
Como a vida e feita de idas e vindas, ou seja, o que plantamos certamente vamos colher, ela apenas foi retribuída como pagamento da mesma moeda, ou seja, aqui se faz aqui se paga.
Tendo por finalizado este trabalho, concluímos que nem tudo o que se vê neste mundo, se pode confiar a principio, pois tendo éticas e princípios, passamos a acreditar que na vida profissional de um detetive particular prevalece o respeito e a determinação de um trabalho bem feito, quer seja para unir ou ate mesmo para por fim nos sofrimento de uma vida, quer seja ela no bem ou no mal.

Me identifico com a história, e agora?

Entre em contato conosco! (11) 94021-8697

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *