Sem categoria

Investigação em uma casa em Interlagos em São Paulo

Fomos procurados, por um casal, de Interlagos, em São Paulo. O que normalmente não acontece, pois somos mais procurados, ou pela esposa desconfiada, ou pelo marido desconfiado. Mas neste caso, tratava-se do primeiro caso, de um casal “swinger” que eu iria trabalhar.

Esta história, trás um relato muito especial, cuja o qual tive o privilégio de trabalhar. Pois se trata, de um casal, que venceu as barreiras do tabu, superou as diferenças, e se adequaram um ao outro, e acreditamos que o casamento se baseia nisto, em vencer as dificuldades juntos. E foi isto que este casal, foi capaz de fazer.

Considerações iniciais.

Como sempre, gostaríamos de deixar claro, algumas coisas, antes de começar a narrar mais uma história, que apenas quem tem, 20 anos de experiência, pode contar.

Todas as pessoas envolvidas na história, estão devidamente, alteradas, as únicas coisas que permanecem verídicas, são a ordem dos acontecimentos, os locais, porque os nomes, estão por questões de privacidade. Alterados.

Como procedemos.

Tudo aconteceu muito rápido, fomos procurados, e marcamos uma reunião no escritório, o casal nos relatou, que fomos indicados por outro cliente. No entanto, não quiseram expor a pessoa. Portanto, demos seguimento ao atendimento padrão. Eu não tinha, nenhuma ideia do que esperar, pois nunca tinha sido procurado, por um casal, então, esperava que fosse uma investigação familiar, ou algo do gênero.

Perguntei o que estavam precisando, e foram bem sucintos, e objetivos. Disseram que, estavam começando a se relacionar, com um novo casal, e que normalmente. Antes de iniciar os encontros, gostavam de investigar a respeito, para saber quem eram, de onde eram, o que faziam, e etc. Me surpreendi, pois falaram a respeito, com muita naturalidade, não demonstrei espanto em nenhum momento, para que não fosse mal interpretado.

A investigação.

Certamente, ouvi o que tinham a me dizer, segundo eles, sempre faziam essa busca, a respeito do casal, sozinhos.

E que nunca precisaram recorrer a um serviço, como os quais eu oferecia. Não pude conter, a curiosidade, e acabei perguntando, por que desta vez, eles teriam recorrido a uma investigação profissional. O casal prontamente respondeu, que tratava-se de um casal estrangeiro.

Portanto, no Brasil não haviam muitos registros a respeito da vida deles, ou seja, minha busca, além de diferenciada, seria internacional.

Durante a reunião, procurei descobrir o máximo de informações possíveis, coletei nomes, telefone, endereço que o casal teria fornecido aos meus clientes. E prossegui.

No decorrer da investigação, descobri que, o casal estava em processo de mudança para o Brasil, por pouco tempo, cerca de 6 meses, não encontrei nenhum registro, suspeito em seus países de origem, que no caso era, Estados Unidos, São Francisco.

Prática.

Visitamos os lugares, que o casal, frequentava em São Paulo. Montamos uma rede, de lugares mais frequentados, hábitos e práticas, durante uma semana, acompanhamos a vida deste casal, de longe. O que nos possibilitou coletar, muitas informações, que viriam a ser importantes, para os nossos clientes, antes do primeiro encontro. Nada foi encontrado, o casal estava em processo de mudança, portanto, não se via muito suas saídas, nada suspeito, ou fora do normal. Exceto por uma noite, numa sexta-feira, em que o casal havia saído muito arrumado de casa, e tratamos de segui-los silenciosamente.

Acabamos por constatar, que seu destino, foi uma casa de Swing, muito famosa, no centro de São Paulo. Acabamos descobrindo que, o casal que estávamos investigando, pretendia, se relacionar com mais casais, além de nossos clientes. Entregamos o dossiê, para o nosso casal, que nos agradeceu, e deu encerramento as investigações.

Experiência, e respeito.

Acredito, que essa prática, hoje em dia, deva ser silenciosa, por conta do preconceito das pessoas de fora, e agora me refiro mais as pessoas que, ao lidarem com estas situações, devem se atentar, é que, é importante não demonstrar, muita curiosidade, afinal, o casal não veio relatar sua vida, e sim buscar ajuda. E nestes casos, não estamos aptos a julgar ninguém, desde que as escolhas não, sejam contra a lei, e não venha a ferir a liberdade de outras pessoas, pode ser encorajada, e respeitada. Portanto, tratamos deste caso, com máximo sigilo, carinho, e respeito. Pois, sabemos que a sociedade é cruel, com as pessoas que escolhem por ventura, seguir um modo de vida, diferente.

Portanto, firmamos, que ao nos procurar, esse casal teve que confiar muito em nós, ou seja, nada mais justo que, corresponder a altura suas expectativas, perante a confiança, e sobre tudo. Respeito.

Logo, gostaríamos de finalizar, com uma pedida. Respeitem o próximo.

Gostou da história? Já pensou em praticar a troca de casais com sua esposa, ou marido? Se sim, deixe nos comentários.

Não fique com dúvidas, entre em contato conosco!

Detetive 007 – Serviços de detetive particular em São Paulo – SP

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *