Sem categoria

Os detetives hoje

Os detetives hoje !!! Divulgando ODB; clique no link e vá para o site oficial !!!

Os detetives hoje estão conscientes da importância social do papel que desempenham e enxergam um grandioso futuro para a profissão no Brasil.Esperamos que todos os profissionais entendam que o tempo da picaretagem, da falta de respeito com os clientes e colegas chegou ao fim.Entendemos que já não existe lugar no mercado brasileiro para detetives que se apegam aos antigos conceitos de impunidade.Filie-se a ODB !!!

Os detetives hoje; pedem que divulguem e cobre que este Código seja cumprido !!!

CLIQUE E VEJA NA INTEGRA A PROPOSTA DE CÓDIGO DE ÉTICA É DIVULGADO!  (JÁ DISPONÍVEL NESTE SITE PARA A SUA LEITURA, ANALISE, SUGESTÃO E COMENTÁRIO)

A ORDEM DOS DETETIVES DO BRASIL (O.D.B); é uma entidade de direito privado, com estrutura privada, que tem, como função precípua; a normatização, representação, defesa e fiscalização do exercício profissional da atividade de Detetive Particular em todo o território brasileiro; com jurisdição exclusiva sobre os seus membros associados, sejam eles, pessoas físicas ou jurídicas.

A partir da sua criação, ficam automaticamente criadas as suas Seccionais Regionais dos Estados e do Distrito Federal, como unidades representativas ligadas a matriz e com o objetivo de conduzir a interlocução entre Direção Geral e seus Associados.

A O.D.B e as Seccionais Regionais, na missão de intermediar o diálogo com a sede / matriz, têm como função orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de Detetive Profissional, zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe em todo o território nacional, bem como pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício profissional, em prol da sociedade, atuando ainda como órgão consultivo.

A O.D.B é organizada e constituída de um corpo diretivo, conduzidos aos cargos de direção previstos em seu Estatuto por meio de eleição democrática e direta, com a participação de todos os membros filiados, e mantidos por estes e pelas pessoas jurídicas que oferecem atividades de investigação particular de interesse privado, nela filiados, com independência e autonomia, sem qualquer vínculo funcional, técnico, administrativo ou hierárquico com qualquer órgão da Administração Pública.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *