Investigação Amorosa

Traição: Uma história de traição que solucionamos com sucesso

Este é, mais uma das histórias, que vamos contar, sobre uma das investigações que realizamos. Lembramos que a é de suma importância, a descrição de nossos clientes, ou seja, esta história que estamos prestes a relatar. As pessoas envolvidas estão cientes, e não só isso, mas os nomes estão devidamente alterados. 

Estamos em 2009, em um dia normal, quando uma cliente me procurou, com suspeitas de que seu marido a estava traindo. Até então, tudo normal, como todos os casos que solucionei. Tratava-se de uma senhora de 67 anos, que estava com suspeitas de que seu marido a traia. Os dois eram aposentados, no inicio da consulta, consulta essa, que procuro sempre realizar com meus clientes, para avaliar as circunstâncias, antes de iniciar a investigação.

Tentei explicar a ela, que talvez fossem suspeitas inválidas. Devida a idade dos dois, foi difícil, compreender que houvesse a mais remota chance do marido a estar traindo. Trata-se de um casal bem culto e elitizado, a cliente me comunicou que não se importava de pagar pelas minhas horas de trabalho. Portanto, que ela pudesse, se livrar das dúvidas, que a estavam atormentando.

Começo das investigações.

Então, sem mais delongas, inciei a investigação, normalmente a gente rondeia os lugares, em que a pessoa, que vai ser investigada, frequenta.

Mas neste caso, como se tratava, se um senhor aposentado, ele não frequentava os mesmos lugares, rotineiramente. Pois não trabalhava mais, então. Coletei com a esposa dele, o máximo de informações que pude com relação aos lugares que ele frequenta.

Quando começamos a investigar, o homem não suspeitava de nada, portanto não demorou a descobrirmos que ele estava se encontrando com a amante em um motel. A investigação durou, cerca de 3 dias, e na terceira noite, obtivemos o veredicto de que ele realmente estava traindo-a.

Pego no flagra.

Então ligamos para a cliente, na porta do motel. Comunicamos a ela, falamos que estávamos com a filmagem, e com as fotografias. A cliente ficou desolada, e disse que queria ir até o motel, queria confronta-lo, não queria filmagem, nem fotos, apenas flagrar ele.

Dando seguimento ao desejo da cliente, passamos o endereço, e logo ela estava junto de nós. Não demorou a entrar no motel, e no quarto do marido. Acompanhamos ela, pois aquilo estava saindo um pouco do nosso controle, e estávamos lá para prestar apoio a cliente. Então, a cena que se seguiu, foi bem terrível e embaraçosa.

Desfecho.

Foi então que, ao ver o marido, naquela situação, traindo ela daquela forma, ela veio a desmaiar, a amante tratava-se de uma amiga de longa data. Depois de prestar socorro a cliente, e acalmar os ânimos, levamos ela embora, e depois de 30 anos de casamento, aos 67 anos, ela encarou um divórcio.

E você? O que faria?

Neste caso, você perdoaria? Ou encararia um divórcio? Comente e conte para nós!

Mate suas suspeitas, como nossa cliente, o fez.

Entre em contato conosco!

Detetive 007 – Serviços de detetive particular em São Paulo – SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *